ANA CAROLINA DESABAFO

Loading...

domingo, 29 de julho de 2012

PLANO DE GOVERNO PSOL - PIRANHAS 2012

PROPOSTA DO PSOL
PARA
PIRANHAS
ELEIÇÕES 2012

Acompanhado pelos militantes do PSOL de Piranhas, Gilson Possidônio, candidato a Vice, Nildo Aristeu e Jose Claúdio, Carlinhos do Piau presencia a luta do povo Piranhense da zona rural para si manter em suas casas, caso contrário deveriam buscar trabalho em outros estados da federação. Como o nordestino é forte, então tenta resistir a seca, a violência no campo, falta de conhecimento, falta de ações do poder público.

Para montar suas propostas Carlinhos do Piau percorreu parte da zona rural do município para compreender melhor a vida de nosso povo.
É notável ausência do poder público em ações pequenas, como: assistência técnica constante para os pequenos agricultores e agricultoras em projetos simples como este, mais com uma capacidade enorme de mudança de hábitos alimentares “alimentação saudável”, aumento na renda familiar, deixando o povo do campo em seu local de origem e o mais importante “compreender seu ambiente em que vive “semi-árido”.
O Rio Capiá pede socorro como vários rios temporários do nordeste, em nosso caso ele socorre os animais e dá suporte para este grande projeto MANDALA. Todo esse verde que vimos nestas fotos é propiciado pelas águas do Rio Capiá.

Esta aí é a fonte divina de água de todo o verde que vemos aqui. Localizado aonde?

No Rio Capiá


Algumas Propostas do PSOL Piranhas – Alagoas.


1.       Incluir na alimentação (merenda) escolar gêneros alimentícios produzidos em nosso município (FEIJÃO, MEL, PEIXE, CARNE DE CAPRINO/OVINO, LEITE E DERIVADOS), inclusive as hortaliças adquiridas pelos plantios em barragens subterrâneas e hortas do “Projeto Mandala”.

2.       Incentivo financeiro para implantação de hortas comunitárias e a devida assistência técnica dos profissionais do município, visando acesso aos alimentos e adquirindo hábitos alimentares saudáveis.

3.       Criar e/ou reformular associação e/ou cooperativa.

4.       Criar Projeto de irrigação com embasamento das áreas irrigáveis do município

5.       Promover a Educação Ambiental na Rede Municipal de Ensino.

6.       Estabelecer meios de redução de passivo ambiental, em parceria com os responsáveis, identificando e caracterizando as áreas contaminadas do município, bem como propondo soluções e intervenções adequadas a cada caso.
A beleza desse girassol traz a esperança de mudança em nosso município.


Nossos olhos são seletivos, nós "focalizamos" o que queremos ver e deixamos de ver o restante.
Escolha focalizar o lado melhor, mais bonito, mais vibrante das coisas, assim como um girassol escolhe sempre estar virado
para o sol!


Fonte: http://www.rivalcir.com.br/mensagemdia2008/agosto29.html


VOTE


Galeria de fotos:                             











GILSON POSSIDONIO  - HOMEM DO CAMPO


O SERTÃO PODE TER TODOS ESTES BENIFICIOS EM PRÓ DA SOCIEDADE DEPENDE DE VOCE.

ENQUANTO PRÉ CANDIDATOS  TRABALHAM COM SEUS PIPAS EPOCA DE ELEIÇÃO  TENTANDO CONFORTAR O TRABALHADOR RURAL, NOS DO PSOL BUSCAMOS PROJETOS DE IRRIGAÇÃO,





O SERTÃO PODE TER TODOS ESTES BENIFICIOS EM PRÓ DA SOCIEDADE DEPENDE DE VOCE.
   Projeto Mandala

“Várias entidades parceiras dão suporte ao projeto, que tem 30 equipes na região do Xingó”, observa, explicando que o objetivo é instalar Mandalas em todos os municípios que compõem o Projeto Xingó (que envolve os Estados da Bahia Pernambuco, Sergipe e Alagoas).

A Mandala então foi incluída entre as prioridades do Projeto Xingó, sendo a Bahia a pioneira a instalar o sistema entre os quatro Estados que compõem o projeto, voltado para desenvolver as comunidades que residem na área de influência das usinas hidrelétricas de Xingó, Paulo Afonso e Itaparica.  De acordo com Alexandre Lisboa, técnico da agência SEBRAE de Paulo Afonso, a Mandala deve ser instalada em todos os municípios que compõem o Xingó na Bahia e o SEBRAE vai articular para que outros parceiros se integrem para apoiar e financiar a iniciativa.

O Projeto Mandala é um modelo inovador de irrigação, que distribui água uniformemente para plantações diferentes em forma de círculos concêntricos e com várias culturas integradas, possuindo um custo inferior à irrigação tradicional. Ela é voltada para os pequenos proprietários ou associações rurais.

Criada e patenteada pelo funcionário do SEBRAE da Paraíba, Willy Pessoa, a mandala possui um tanque, com capacidade para até 30 mil litros de água, abastecido por cisterna ou açude. Ao redor do tanque, podem ser cultivados alimentos básicos como feijão, arroz, mandioca, batata, hortaliças e frutas.

O objetivo do Projeto Mandala é atender às necessidades locais desenvolvendo um modelo de agricultura familiar baseado no empreendedorismo e na cultura da cooperação.  A mandala básica repete o desenho do sistema solar. No centro o sol, ou tanque de água, com o vértice de madeira que sustenta as mangueiras de irrigação e, ao redor dele, as órbitas dos planetas – os canteiros. Os primeiros canteiros servem para o plantio de hortaliças, para alimentar as famílias. Os outros cinco, para culturas diversas, dependendo das necessidades de mercado e/ou interesse do produtor ou produtores, caso o cultivo seja feito coletivamente. O último canteiro é destinado à proteção ambiental: cercas-vivas ou plantas de porte, para controlar a infestação de insetos daninhos e evitar ventos excessivos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário